Como o cérebro filtra as informações que chegam?

Recentemente, foram descobertos neurônios no lobo frontal do cérebro, responsáveis por filtrar cerca de trilhões de sinais que o nosso corpo recebe. Problemas nesses neurônios pode ser a fonte de alguns dos sintomas  das doenças como Transtorno do Déficit de Atenção (TDAH) e Esquizofrenia.

“O cérebro não tem capacidade suficiente para processar toda informação sensitiva que chega”, diz o pesquisador Julio Martinez-Trujillo, da Universidade McGill, em Montreal. “Nós descobrimos que existem alguns neurônios localizados no córtex pré-frontal que têm a habilidade de suprimir a informação que a pessoa não está interessada; são como filtros.

Sem esses neurônios com capacidade de filtragem, nosso cérebro teria uma sobrecarga de informações, pois a cada segundo, cada parte do nosso corpo envia milhares de informações sensoriais a ele. Nas doenças de atenção e hiperatividade, como o TDAH e a Esquizofrenia, esses neurônios não estão íntegros, explicando os sintomas como distração, falta de foco e concentração e movimentos involuntários, como é típico na esquizofrenia, que demonstra falta de filtragem de informação na saída motora.

O córtex pré-frontal é a região do cérebro responsável pela tomada de informações externas e transformação em comportamentos complexos. Martinez-Trujillo e sua equipe descobriram que neurônios específicos dessa área realizam essa tomada de informações, desqualificando as informações inúteis recebidas, permitindo que o indivíduo se concentre no que está interessado, suprimindo o restante das informações, como por exemplo duas pessoas manterem uma conversa no meio da rua, em meio a centenas de sinais que o cérebro recebe e que teriam tudo para distrair ambas as pessoas.

A pesquisa foi realizada em macacos, que foram treinados a distinguir duas cores, uma relevante para o teste e a outra não. Durante o teste, eles eram responsáveis por apertar um botão quando uma das cores aparecia, e não apertar quando a outra aparecia. Quando acertavam, recebiam o alerta de recompensa, e durante as tentativas, percebiam qual era a cor correta para se apertar o botão. Após a tarefa, os pesquisadores analisaram os cérebros dos macacos por imagem, e viram que durante a identificação e filtração da cor relevante, um subconjunto de neurônios localizados no córtex pré-frontal se mostrava luminoso em relação aos demais.

O mecanismo do porque ocorre isso ainda não é claro, mas os cientistas afirmam que se entenderem melhor o funcionamento desses neurônios, entenderão claramente alguns mecanismos ainda não elucidados do TDAH e da esquizofrenia.

Para ler o artigo na íntegra, acesse este link.

Esse post foi publicado em Curiosidades, Entendendo o Corpo, Neurociência, Qualidade de Vida e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Como o cérebro filtra as informações que chegam?

  1. Belo Blog.
    Parabéns

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s