Substância do Prozac é um potente agente anti-viral

Fluoxetina é potente inibidor da replicação do vírus de Coxsackie

Em um estudo sobre a fluoxetina – substância do Prozac – investigadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA) descobriram que esta substância é um potencial agente antiviral.


O achado pode fornecer novas ferramentas para o tratamento de infecções por enterovírus, responsáveis pela poliomielite ou a encefalite. Apesar de existir imunização para o poliovírus, arquétipo deste género de vírus, não existem actualmente antivirais para o tratamento de infecções, que são, muitas vezes, potencialmente fatais.

Tendo em conta a favorável farmacocinética e o perfil de segurança da fluoxetina (utilizada no tratamento de depressões, distúrbios de ansiedade e de personalidade), os investigadores descobriram que se justifica o estudo adicional como potencial antiviral.

Utilizando o rastreio molecular, os investigadores do Departamento de Pediatria da UCLA, do California NanoSystems Institute e do Departamento de Farmacologia Molecular e Medicinal, descobriram que que a fluoxetina é um potente inibidor da replicação do vírus de Coxsackie (um dos enterovírus).

A inesperada descoberta desta actividade antiviral é cientificamente muito significativa e chama a atenção para potenciais alvos anteriormente subvalorizados”, explica Robert Damoiseaux, director científico no California NanoSystems Institute.

Parte do trabalho desta equipe é descobrir os alvos não convencionais para a fluoxetina e outros fármacos da mesma classe, bem como perceber como estes alvos interagem com os outros já conhecidos. Compreender os mecanismos da ação da fluoxetina contra o vírus Coxsackie ajudará a perceber a replicação de enterovírus e levará à avaliação do seu potencial clínico.

Esse post foi publicado em Curiosidades, Entendendo o Corpo, Neurociência, Tecnologia e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Substância do Prozac é um potente agente anti-viral

  1. Pingback: Consumo de bebidas energéticas pode melhorar o desempenho do miocárdio | Reabilitação, Tecnologia em Ciência e Qualidade de Vida

  2. Pingback: Verdades e mitos sobre os antidepressivos | Reabilitação, Tecnologia em Ciência e Qualidade de Vida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s