Anatomia do sono

Não se considera mais o sono apenas como um período em que passamos inconscientes. Trata-se de um estado dinâmico, em que níveis variáveis de atividade elétrica e fluxo de substâncias químicas (neurotransmissores) atuam em diversas áreas do cérebro. Para que isso ocorra, existem 2 estruturas localizadas no hipotálamo que são responsáveis por determinar a hora em que adormecemos e acordamos. 

A hora de dormir

O sono depende das células do NÚCLEO PRE-ÓPTICO VENTROLATERAL (VLPO). É necessário o acúmulo de adenosina, que ocorre ao longo dia, para que a vontade de dormir aconteça. Devido a esse acúmulo no cérebro, o VLPO emite um sinal para que os centros de vigília deixem de produzir as substâncias que nos mantém alertas, como a histamina, por exemplo.

vlpo

A hora de acordar

O despertar é iniciado pelo relógio biológico do corpo, localizado em outro grupamento celular, o NÚCLEO SUPRAQUIASMÁTICO (SCN), o qual reage à presença de luz. Ao detectar a presença de luz no ambiente, o SCN emite a ordem de despertar que inibe os sinais do VLPO, reativando o sistema de vigília.

scn 

Estruturas anatômicas responsáveis pelo sono

  • HIPOTÁLAMO: essencial ao sono. Contém grupos de neurônios que governam o ritmo circadiano e regulam as substâncias químicas que são responsáveis pelo sono e vigília.
  • TÁLAMO:  inibe os estímulos sensoriais permitindo que o cérebro se concentre em processar as informações adquiridas durante o dia.
  • GLÂNDULA PINEAL: a partir do pôr do sol, o relógio biológico detecta a diminuição da luminosidade e inicia a produção da melatonina que  prepara o cérebro para o sono.
  • HIPOCAMPO:  essencial para a memória. Durante o sono REM reativa as memórias que serão armazenadas.
  • PONTE: participa do despertar e da ativação dos sonhos. Durante o sono REM inibe os sinais da medula espinhal, impedindo nossa expressão física nos sonhos.
  • CÓRTEX CEREBRAL: é ativado no sono REM por sinais emitidos pela ponte. Os sonhos talvez sejam tentativas do córtex para criar uma “narrativa” com base nas informações coletadas durante a vigília.
  • RETINA: contém células que enviam um sinal de despertar ao cérebro quando detectam a luz do amanhecer.

melatonina

 

Fonte: roncoapneiadosono.blogspot.nl

 

Esse post foi publicado em Entendendo o Corpo, Neurociência, Qualidade de Vida, Terceira Idade e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s